domingo, 25 de maio de 2008

EU TÔ GOSTANDO!!!



Em primeiro lugar, gostaria de me desculpar com todos os leitores que visitaram o site para ler sobre a vitória contra o Inter, no jogo de ontem, e não encontraram nada. Como fui ao jogo, não pude escrever imediatamente após o jogo, como estava fazendo. Hoje ainda tive alguns problemas com a minha internet que atrasaram ainda mais a publicação deste post. Mas agora ele está aqui, ainda mais caprichado.

O título desta coluna é para mostrar o quanto estou ficando satisfeito com o Caio Júnior no Flamengo. Se antes eu achava que o treinador poderia perder o controle do time por não ter aquele perfil de líder que eu acreditava ser necessário a equipe, o cara do 'oclinhos' está compensando com a sua inteligência, audácia e controle emocional. Está dando oportunidades iguais a todos os jogadores, iniciando uma competição saudável entre eles e que só vai fazer com que o elenco se una e cresça ao longo do tempo.

Tá certo que no primeiro tempo do jogo de ontem, no Maraca, o Flamengo voltou a dar aquelas "dormidas" que costumavam acontecer na época do Ney Fraco: erramos uma quantidade assustadora de passes e demos todo o espaço do mundo pro Alex (muito bom jogador) e pro Fernandão armarem as jogadas do time de vermelho. Mas, graças a Deus, nós temos o Fábio Luciano na zaga e o Bruno, no gol, e os erros do Jaílton acabaram não resultando numa goleada do time do sul.


Para compensar, no segundo tempo o time voltou com tudo e deslanchou. Caio Júnior "lambeu a equipe no esporro", mexeu bem (tirou o infeliz do Jaílton e meteu o Jônatas), botou o time pra sufocar o meio-campo do Inter, acabou com o maldito tabú e, de quebra, ainda proporcionou aos torcedores presentes no jogo uma virada espetacular pra cima de um adversário fechado, dificílimo e candidato ao título. Ou seja: não poderia ser um segundo tempo melhor.

Com esta vitória, a gente somou mais 3 pontos e continuamos na parte de cima da tabela, coladinhos no Cruzeiro (2 pontos a menos), que bagunçou o Santos e assumiu a liderança isolada do Brasileirão 2008.

Outra coisa que também me deixou feliz e aliviado foi que o Souza acabou com a urucubaca que assolava a sua vida. Foi dele o segundo gol, o da virada, pra cima do time do Abelão. Tá certo que, por merecimento, esse gol deveria ter sido do Tardelli, que fez 99% da jogada, tirando a bola rapidamente de seu marcador, jogando na corrida e driblando o goleiro Renan. Mas era o camisa 9 do Mengão que estava lá pra completar pras redes quando o companheiro sofreu o pênalti. Assim, Souza acabou com um incômodo jejum (pra ele e pra nós) que durava 8 partidas.

O panorama agora é ainda melhor: estamos com 7 pontos na tabela e ainda temos pela frente 3 jogos em casa (seguiremos atuando no Maraca até a sexta rodada). O próximo deles já será no domingo que vem, contra a Frufruzada, no Maior do Mundo. É bem provável que o Renato GAYúcho escale contra a gente o mesmo "time" que levou mais uma bordoada, desta vez para o Sport, lá na Ilha do Retiro.

Mas o lance é seguir com a seriedade, corrigir os erros de ontem, se impôr e não dar chance pro azar, mantendo o bom ritmo neste começo de Brasileirão, para depois, "poder perder" algumas partidas mais difíceis. É o que todo mundo chama de "acumular uma gordura" no começo da competição e deve ser o que está na cabeça do Caio Jr. Porque a nação rubro-negra já está EXIGINDO o hexa (teve até faixa ontem).

O treinador, inclusive, já está falando em mexer no esquema tático que deu muito certo com o Joel. De acordo com Caio Jr, esse lance de um meia improvisado como terceiro zagueiro no esquema 3-5-2, acaba causando problemas a este jogador, que se sacrifica defendendo e abdica de sua capacidade ofensiva. De acordo com ele, o melhor seria voltar a ter 4 jogadores de meio-campo, sendo que um ou dois deles, dependendo do adversário, teriam características de marcação (os famosos cabeça-de-área), voltando para um 4-4-2 (ou 4-3-3). E é bem provável que seja de Jônatas esta "nova vaga" aberta na meiúca rubro-negra, a qual o técnico está se referindo. Assim sendo, poderemos ver já na próxima partida um meio formado por Íbson e Jônatas na armação, Toró na contenção e Marcinho na ligação com o ataque. Outra alternativa seria jogar o Marcinho pro ataque e ter 3 meias em linha, sendo o "Torozinho" no desarme, Íbson e Jônatas como armadores com funções defensivas.

Eu tô gostando, eu tô gostando.

Vai que vai, Mengão!!!

Saudações rubro-negras,

4 comentários:

Alexandre Gatuso disse...

TAMBME ACHO QUE O CAIO ESTA MANDANDO BEM MAS QUERIA VER O TIME MAIS NO ATAQUE COM 433!!!!!!!!!!!!!

GABRIEL PLAISANT disse...

Estou gostando também.

Principalmente por dar oportunidades para o Jonatas e Tardelli. O time ganha muito em qualidade com esses dois jogadores - só o Joel não enxergava isso. O time esta ganhando a cara do Caio, que tem uma característica mais ofensiva. Com isso Jailton é banco certo.

Bernardo Martins disse...

mais uma vez o que eu falei foi comprovado..o jaílton não presta!Nem pra ficar no banco!

Neruso Sam disse...

Olhai Gil
Ganhamos e foi bom...
Mas tava revendo o segundo gol, que saiu depois do Tardelli ter sofrido um penalti.
O goleiro do Inter tinha que ter sido expulso nesta jogada..
O Cara era o último homem e fez o penalti.
Poderiamos até ter um placar mais elástico com isso.
SRN
Nelsinho-Brasilia