domingo, 27 de julho de 2008

JOGO BOM. RESULTADO RUIM.

Apesar do frio "féladapulta" que estava no Maraca hoje, mais de 35.000 pessoas estiveram presentes no Maior do Mundo para conferir o sexto Flamengo e Botafogo do ano de 2008. E viram um jogo emocionante.

No primeiro tempo voltei a ver o Flamengo jogando como no começo do Brasileirão: ofensivo e marcando muito forte o adversário. Tanto que a nossa torcida não parava de cantar. Pressionávamos as saídas de bola do Botafogo lá dentro do campo de ataque e o meio-campo demonstrava qualidade na construção das jogadas, dando velocidade nas ofensivas. Conseguimos chegar muitas vezes na entrada da área, tanto pelas pontas quanto pelo meio de ataque, especialmente com o Íbson, que jogou demais nos primeiros 45 minutos.

Como eu já imaginava, Maxi entrou bem na equipe e se movimentou muito lá na frente, se apresentando para receber tanto pela ponta-direita quanto pela ponta-esquerda. O que faltou mesmo, como de costume, foi conseguir finalizar em gol com a qualidade necessária para abrir o placar. Talvez por conta da ansiedade, deixamos de abrir o placar em três oportunidades em que estivemos na cara do gol. Na mais clara delas, Obina recebeu um excelente lançamento de Jônatas, passou pelo Renato Silva, limpou o goleiro do Bostinha, mas demorou tanto a chutar, que acabou permitindo que a mulambada alvinegra se recuperasse, jogando a bola para escanteio.

Na segunda fase o Ney Franco colocou o Lúcio Flávio, que melhorou o passe do vice-carioca, e o Flamengo recuou demais. O resultado disso foi que o Botafogo se tornou mais forte no meio. Para compensar e tentar sair com mais velocidade, Caio Jr tirou Jônatas e colocou Kléberson. Mas o alvinegro continuou a chegar muito mais ao gol e, por várias vezes, quase abriu o placar. Aliás, neste momento do jogo o Diego foi muito bem, defendendo um peixinho do Jorge Henrique cara-a-cara com ele, usando os pés.

A pressão dos caras só diminuiu um pouco na casa dos 20 minutos, quando voltamos a atuar pelas laterais, especialmente com Léo Moura. Mas quando chegava lá na frente, Maxi ficava sozinho e acaba sendo desarmado com facilidade até por conta do cansaço. Percebendo isso, nosso treinador mandou Éder para o aquecimento e promoveu a substituição.

Não tardou muito pro Botafogo voltar a sufocar. Ney Franco colocou Gil e pressionou a gente lá na esquerda de defesa. E era exatamente nas costas do camisa 2 que o Botafogo era mais perigoso. Aos 34, Wellington Paulista recebeu uma bola sozinho e mandou na trave. No rebote, o Fla saiu errado e quase que os caras conseguem um novo cruzamento.

Nesta altura, o Flamengo voltava a contra-atacar com muita velocidade. Mas, infelizmente, todas as bolas acabavam sendo desperdiçadas por Obina, que chutava mal, tocava mal e se movimentava muito pouco. O atacante era, disparado, o pior jogador do Mengão na partida. Fato que fez com que o Caio Jr tirasse ele e fizesse o Paulo Sérgio entrar em campo. A massa vaiou demais o Anjo Negro.

A movimentação do time melhorou um pouco com Paulo Sérgio e Éder bem abertos e o Flamengo voltou a criar boas oportunidades. Juan deu um peixinho raspando a trave de Castillo. Logo depois, numa jogada individual, Éder driblou dois zagueiros, entrou sozinho, mas chutou fraquinho nas mãos do goleiro do Botafogo.

E foi assim que o jogo terminou: um 0X0 que não foi uma atuação ruim, mas demonstrou - mais uma vez - que o nosso ataque precisa de alguém com urgência, senão vamos continuar sem marcar e, consequentemente, no jejum de vitórias.

A próxima partida, que PRECISAMOS GANHAR PARA RECUPERAR A LIDERANÇA, será dura pra cacete. Vamos até São Paulo enfrentar o Palmeiras de Wanderley Luxemburgo, que jogou muito bem contra o Grêmio, hoje, lá no Olímpico e uma das candidatas ao título. Se perder, o Flamengo poderá ser ultrapassado por 3 times (incluíndo o Palmeiras), indo parar na quinta posição e saindo da Zona da Libertadores.

Está ligado o alerta, galera. Mas eu ainda acredito no nosso time.

Vamo que vamo, Mengão!

Gil

5 comentários:

Neruso Sam disse...

Olhai Gil
Agente podia até estar uns 8 pontos na frente do gremio, mas melhor ter esta baixa agora e depois que o time for recomposto voltar a avançar.
Estamos queimando a gordura na h
ora certa.
Concordo com vc.
Estou confiante.
Vamos come;car ganhando do palmeiras no parque antartica.
SRN
Nelsinho

Kardec disse...

Fala meu brother !!!

É cara...

Realmente vai ser pedreira; essas duas próximas rodadas, como eu já havia conversado com vc, serão fundamentais para o Mengão mostrar a que veio nesse brasileiro.

Díficil sim; porém acredito que o Mengão tem capacidade para tal. O time só precisa acordar... E ficar mais esperto na hora derradeira: meter a bola para dentro do GOL.

Abraço !!!

Kardec

p.s: Sr. Obina !!! O sr. é um fanfarrão !!! huahuahuauha

Tamu Junto disse...

Primeiramente gostaria de pedir desculpas pela nóticia errada, sobre o Vagner Love. Escutei na FLATV e me empolguei.

E quanto ao jogo de ontem, concordo totalmente com o Gil. Acho a analise perfeita. Precisamos de um goleador urgênte. E se prepara que o Palmeiras vem embalado, jogão ontem contra o Gremio. Mas acho a defesa deles um tanto quanto fraca. Da para ganhar, temos time pra isso, calma na finalização e boa sorte pra gente!


SRN
Gabriel Plaisant

Alexandre Gatuso disse...

PORRA GIL TÁ FODA ATURA ESSE TIME DO FLAMENGO QUE NÃO FAZ GOL DOIDO!!!!!!!!!!!!! ISSO TÁ ME IRRITANTO DEMAIS PORQUE NINGUEM TEM A CPACIDADE DE ENFIAR A BOLA PRA DENTRO!!!!!!!!!!!1 ONTEM EU ESTAVA XINGANDO O OBINA MUITO ANTES DELE SAIR MAIS NÃO TEM NINGUÉM DE REFERÊNCIA PRA BOTAR NA ÁREA NO LUGAR DELE!!!!!!!!!!!! ISSO É FODA!!!!!!!!!!!! PAULO SERGIO, MAX E EDER NÃO SÃO GOLEADOR ELES SÃO GARÇÕES!!!!!!!!! PORRA GIL VAI SER DIFICIL GANHAR DO PALMEIRAS ASSIM!!!!!!!!!!!! O ALEX MINEIRO VAI ATERRORIZAR A NOSSA ZAGA!!!!!!!!

Helder Rodrigues Bino disse...

Estamos vivendo a realidade...o time é limitado, pois não tem quem faça os gols necessários...o fanfarrão Sousa foi embora, que prá mim foi ótimo...precisa contratar alguém prá empurrar a bola prá dentro...todos nós gostamos do Obina, mas o negão-baiano não passa de folclore...além do Sousa, vou ficar aguardando o "sumiço" do Jônatas e do Tardelli...escalar medalhão que não faz gol, então é melhor escalar Éder, Maxi, Paulo Sérgio, até que o famigerado Kléber Leite contrate algum atacante(es) de verdade...abraço a todos...Helder...Goiânia.