segunda-feira, 13 de abril de 2009

FOI 1. MAS PODIA TER SIDO 10!



Quem foi ao Maracanã ontem pode ver um time de verdade em campo. O Mengão venceu (e convenceu) a partida contra o Flu por 1X0 e se classificou para a final da Taça Rio no domingo que vem. Mas o placar, apenas 1 a 0, foi muito, muito, muito injusto com a gente. Porque dominamos a partida e criamos chances de gol desde o primeiro minuto até quando o juizinho apitou o final, deixando a playboyzada em silêncio absoluto no Maior do Mundo.

Se as chances desperdiçadas por Josiel, Léo Moura (2), Juan, Zé Roberto, Emerson - todas na cara do gol - se concretizassem, sairíamos da partida de ontem com uma goleada histórica por 7X0. Mas a galera não botou o pé na forma e tivemos que contar com o Frangando Henrique, goleiro do Flu, para vencer pelo placar mínimo. Deixa pra lá. O importante é que vamos em frente, pegar o Bostafogo na final.

O time alvinegro, cujo mascote é um menino que se mija todo, venceu o Vasco por 4X0, no sábado, colocando o time bacalhoso no seu devido lugar.

O primeiro tempo começou com o Flamengo partindo pra cima do Flu. Já na saída de bola, Josiel e Kléberson (que foi o melhor da partida na minha opinião), voaram em cima dos jogadores tricolores pra roubar a bola. Os caras estavam com sangue nos olhos, provavelmente para adiar a provável despedida do Capita e pra calar o imbecil do Horcades.

As jogadas pela esquerda eram a principal arma do Fla, com Juan e Zé Roberto. E foi por ali que surgiu a primeira oportunidade de gol desperdiçada. Numa virada de bola do meio, Zé Roberto recebeu na ponta, iludiu o zagueiro e tocou de calcanhar pra Juan, que fazia o overlaping. O ala cruzou na cabeça de Leonardo Moura, que meteu o moicano na bola, mandando pra muito longe do gol.

O Flu quase não dava as caras lá no gol do Fla. Mas chegou com perigo num lance, que começou com um lançamento do Fernando Henrique com as mãos, e sobrou pra Mariano, que cruzou pro Everton deles mandar por cima, pra fora, com o Diego vendido. Mas o nosso meio-campo e nossas laterais estavam num dia excelente e não deixavam o Flu respirar. As inúmeras viradas de bola de Íbson e Kleberson deixavam os tricolores malucos. E foi assim que o gol saiu: aos 14, Aírton virou a bola da direita pra esquerda, nos pés de Juan. O marrentinho só ajeitou a bola pra frente e enfiou o sarrafo. A bola pererecou na grama e o frangueiro tricolor aceitou: 1X0.

Com o 1X0, o Flu voltou a atacar para tentar empatar. Thiago Neves cavou uma falta na entrada da área, o juizinho deu e o maluco mandou na trave. Mas as tentativas do Flu sempre eram seguidas de uma resposta ainda mais perigosa do Fla: Luiz Alberto, rubro-negro, queria que a gente ampliasse o placar. Então, na saída de bola, deixou a bola escapar pra Léo Moura, que avançou, invadiu a área, deitou o Fernando Henrique e bateu em cima dele. A bola voltou e ele rolou pra Josiel, que perdeu SEM GOLEIRO o gol mais feito da história.

O primeiro tempo terminou com uma pequena parte da galera pedindo a entrada de Emerson. Aos 10 minutos, Cuquinha chamou o Sheik pra aquecer e mandou Josiel pro vestário tomar banho, coisa que eu queria fazer também.

Os ataques pelas pontas continuavam, mas o Fla não marcava e ainda abria espaços para os avanços tricolores, que aumentaram muito, mas não assustaram tanto. Com a zaga bem postada, o Fla retomava a bola e mandava pra Íbson, Kléberson ou o próprio Emerson partirem pra dentro da playboyzada. Assim, os lances de perigo foram se sucedendo: Zé Roberto entrou sozinho e mandou nas mãos de FH. A bola ainda resvalou na trave.

Depois foi a vez de Juan, que recebeu bom passe na entrada da área, avançou sozinho e atrasou pro goleiro tricolete. Em seguida, Emerson apostou corrida com o jagunço Jaílton, passou-lhe a frente na marra, invadiu a área e mandou rasteiro para o camisa 1 do Flu defender muito bem.

No lance seguinte, o Fla encaixou um contra-ataque muito veloz pela ponta esquerda numa tabela linda entre Íbson e Éverton. O garoto avançou, acompanhado por Kleberson e Léo Moura, contra apenas 2 zagueiros do Flu. Depois de enrolar demais com a bola, o camisa 22 acionou o moicano, que também bancou a enceradeira e acabou finalizando fraco, nas mãos do camisa 1.

Assim, o jogo terminou com apenas 1X0 e o Fla classificado pra final. Agora teremos 3 jogos seguidos contra o Bostafogo pra sermos tricampeões pela quinta vez na história e provarmos que o time de General Severiano é o Vasco da vez.

LEONARDO PRESIDENTE!

Gil

8 comentários:

Neruso Sam disse...

Olhaí Gil
Melhor 1x0
Se a goleada acontecesse vc sabe como as coisas funcionam no Flamengo..Ia começar o OBA OBA e iriamos desconcentrar pra final da Taça Rio.
de qualquer forma parcede que o professor profetizou certo. Estamos pegando jeito de TIME na hora decisiva do campeonato.
SRN
Nelsinho

Felipe de Gouvêa disse...

Gil, metade do plano de ser tri em cima do Botafogo já está concretizado...

Agora é massacrar nos três próximos jogos e comemorar!

Felipe de Gouvêa disse...

Faltou o SRN...

Caio de Almeida disse...

O Flamengo jogou bem, mas não foi nota 10. Tomara que o Cuca esteja certo e o time chegue a essa nota 10 no final do Carioca e início do Brasileiro.

SRN

Alexandre Gatuso disse...

CARA FOI LINDO VER AS BANDEIRAS TROCADAS A RRN E O JOVEM FLA AGORA UNIDAS É MUITO LINDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! MENGÃO ARRASOU O FLORMINENSE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

vôo do urubu disse...

Bastava ao Romário só este jogo e já seria artilheiro do campeonato.

Saudações rubronegras!

Guilherme Ferreira disse...

Se o 12º jogador de vocês, o juizão, não ajudar desta vez (mais uma, né?), você verá que o Botafogo não é o Vasco da vez.
Aliás, era para sermos tetracampeões cariocas em 2009, não fossem os seus amigos juízes.

Anônimo disse...

Vamos com tudo no domingo. Vamos mostrar para o novo vasco, o verdadeiro lugar deles. E essa porra de comprar o juiz, é desculpa de time pequeno, sem expressão e sem ídolos.

Falando do nosso Mengão agora. Acho que o Emerson deve ser titular, Josiel já deu, tudo bem que ele é artilheiro do time. Mas se analisarmos os gols dele, vamos ver que 90% qualquer um faria. Ele se posiciona bem, é verdade. Mas não sabe um fundamento básico do futebol. Dominar a bola. Fundamento esse que o nosso Sheik sabe fazer muito bem. Tem muito mais quelidades. Josiel banco, na minha opinião.

SRN

Gabriel Plaisant