domingo, 22 de novembro de 2009

DECEPÇÃO MULTIPLICADA POR 90.000!




Definitivamente, o Flamengo é um time único. Eu nunca vi um clube perder tantas oportunidades de se consagrar quanto o Clube de Regatas do Flamengo. E isso não é de hoje. Não, isso faz parte da história do rubro-negro carioca.

Desde que me conheço por gente, e já não sou nenhum garotinho, que ouço que o Flamengo possui uma mística inquestionável: não pode estar em vantagem em momento algum. Parece que os flamenguistas estão fadados a terem que correr atrás, terem que se sacrificar, que se matar para conseguir suas glórias. Tudo deve ser suado, na base da raça, da gana, do desejo além de qualquer limite. Aliás, parece, não, É EXATAMENTE ASSIM QUE AS COISAS FUNCIONAM pra gente. E não parece ter data para mudar.

A epopéia pela qual passei hoje foi algo que há muitos anos eu não passava. Sai de casa cedo pra chegar no Engenhão, estacionar com calma perto do acesso à Linha Amarela e assistir o primeiro tempo do jogo entre Bostafogo e Sumpaulo. Durante aqueles abençoados 90 minutos, o clube alvinegro de poucos títulos pode sentir o sabor de ultrapassar o Flamengo e contar com a maior torcida de todo o planeta. Sim, porque além das 10 pessoas que fazem parte da torcida do Botafogo, somaram-se os 40 milhões que compõem a Nação Rubro-Negra. E foi com essa motivação que os mulambentos conseguiram vencer o time paulista e deixar a porta aberta pro Flamengo ultrapassar. Pelo menos assim eu pensei quando entrei no carro e voei pro Maraca (que venham as multas).

Chegando lá - e já sabendo da vitória do nosso vice de estimação - me sentei, peguei a folinha para fazer parte do maior mosaico do mundo com outros 89 mil urubulinos e aguardei o Mengão entrar em campo. E mesmo enxergando lá de cima jogadores vestindo vermelho e preto e saindo do túnel, confesso que ainda acho que alguns não entraram em campo na noite de hoje. Foi o caso de Juan e Zé Roberto.

Mas não é só neles que descai a decepção pela atuação e pelo resultado de hoje. Na verdade, achei o Flamengo sem brilho. Parecia que o nosso time ficou mais inibido e afrontado com a presença maciça do torcedor do que o próprio Goiás.

Aliás, o time alviverde, que já deve estar acostumado com as safadezas do Planalto Central, jogou como time uruguaio em decisão de campeonato: fecharam-se atrás, fizeram muita cera e ainda sentaram o sarrafo sempre que puderam. Ainda não tenho os números oficiais, mas acho que foram 30 faltas do Goiás contra só 10 do Fla. Aquele irmão marginal do Carlos Alberto fez umas 8, mas não foi punido pelo Vuaden (que depois desse jogo vai ser chamado por mim de "Viaden").

Enfim, não sei se tanta luta assim por parte do time adversário foi ou não bancada pelo $ão Paulo. Mas o fato é que mais uma vez o Flamengo perdeu uma ótima, talvez a melhor, chance de liderar a competição. E nessa horas, sinto uma falta tremenda do Flamengo dos anos 90, dos tempos do Zico. E é pra ver se esse espírito encarna nesse time, que coloco aqui uma música do Moraes Moreira chamada "Saudades do Galinho". Leia ai e se inspire pro próximo jogo. Nosso time vai precisar que a gente acredite!

Saudades do Galinho
(Moraes Moreira)


E agora como é que eu fico
nas tardes de domingo
Sem Zico no Maracanã
Agora como é que eu me vingo
de toda derrota da vida
Se a cada gol do Flamengo
Eu me sentia um vencedor
(bis)

Como é que ficamos os meninos, essa nova geração?
Arquibaldo, geraldinos,
como é que fica o povão?
Será que tem outro em Quintino?
Será que tem outro menino?
Vai renascer a paixão ou não?

Falou mais alto o destino
e o galinho vai cantar
láiá laiá
vai cantar noutro terreiro
no coração brasileiro
uma esperança
quem sabe o fim dessa história
não seja o V da vitória
o V da volta, volta

volta galinho
que aqui tem mais
carinho e dengo
vai e volta em paz que o Flamengo
já sabe como esperar
você voltar
(bis)


VAMO QUE VAMO, MENGÃO! EU AINDA ACREDITO NO HEXA!


Gil

13 comentários:

Anninha disse...

O problema foi que o Goiás não precisava ganhar, seu único objetivo foi não deixar o Flamengo vencer. Por isso ficou recuado, só jogando no nosso erro, que, infelizmente, foram muitos.
Nem acreditei na vitória do Botafogo, vibrei demais, mas já fiquei com medo do fato de só dependermos de nós. Fiquei com medo do desempenho do time hj, estou desconfiada. Espero MESMO que tenha sido só hj e que o Goiás complique a vida do São Paulo tb. Haja coração nessa reta final!!
SRN

Luís Eduardo disse...

Respeito o pensamento de todos, mas não vamos perder o foco agora. Gambás e Gaymio: vamos fazer seis pontos e assim, acreditem, seremos campeões.
Levantar a cabeça... Domingo que vem estarei lá em Campinas.

SRN, Luís Eduardo
AMO FLA- http://www.amofla.com.br/
Blog Saudações Rubro-Negras- http://jlwrubronegros.blogspot.com/
Blog SRN no twitter: http://twitter.com/LuisSRN

Paulo Max disse...

Acho que o Flamengo jogou bem. Mas a essa altura do campeonato, jogar bem nao e' o suficiente.
Busco inspiracao e fe' na mistica da camisa rubro negra para seguir acreditando no Hexa.

Vamos Flamengo!

Alexandre Gatuso disse...

ESTOU COM MUITA RAIVA DO JOGO DE HOJE!!!!!!!!!!!!!!!!!! GOIAS UMA CAMBADA DE FILHO DA PUTAS PORQUE RECEBERAM $$$$$$$ DO $AO PAULO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! LADROES DE MERDA ESSES FILHOS DA PUTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Cris Marassi disse...

Tô engasgada! Meu grito de gol hj foi pros gols do Botafogo?!!! Nao merecemos isso!...
Qto ao lance da mala branca, me poupem! Podem pagar qto quiserem pros outros! Se nosso time tivesse entrado com garra e raça, nao tinha mala de cor nenhuma contra a gente.
Quero acreditar no Hexa, mas acho que esse nó na garganta vai durar ainda um pouquinho...
Nao quero ser vice! Odeioooo a Bambizada! Tô de mau humor...

Cris Marassi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Concordo com a Cris,se o time tivesse jogado bem, não tinha a menor importância a cor da mala oferecida pelos bambis, o + foda foi ver o Flamengo praticamente se arrastando em campo e, venhamos e convenhamos: O que foi o Juan???? bizonho!!! Fiquei com vergonha de voltar pra casa e encontrar meu pai (botafoguense). Tô frustrada! Realmente, pra gente tudo vem suado e com muuuuuita dificuldade, mas, tem uma vantagem... é muito + gostoso! Bora levantar a cabeça que ainda temos 2 jogos e 2 vitórias pela frente. EU ACREDITO NO HEXA!!!

Anônimo disse...

Depois de vibrar pra caralho ontem, chorei demais no maraca. Fiquei puto da vida, irritado, fora de controle. Agora, mais calmo, só estou triste. por mais que eu ame esse time, por mais que eu tenha ido a quase todos os jogos do mengão nesse Brasileiro, eu tenho que dividir com vocês um pensamento um tanto racional, mas verdadeiro: a chance do Hexa se foi nesse jogo.

Guilherme Ferreira disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

VOLTA, ZICO!
VOLTA, JOSÉ ROBERTO WRIGHT!

QUE RIDÍCULO!

CHEGA LOGO CAMPEONATINHO CARIOCA, COM HILTON MOUTINHO, MARCELO DE LIMA HENRIQUE, DJALMA BELTRAMI!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

marcelo disse...

Putz cara o que mais me deixa puto é que sou morador de Goiânia e estou acostumado a ver os jogos do Goiás. Eu acho o Harley goleiro deles horroroso (pequeno e ruim de gol). Mas até nisso demos azar, pois no dia 22 ele pegou todas, menos a que o Adriano chutou pra fora. Quanto a suspeita de suborno, que eu prefiro não acreditar...ficara exposta no próximo jogo contra os Bambis. Vamos ver como se comportará o Alviverde goiano. Para nós Torcedores de raça no peito, como vc citou, resta ter fé que vamos conquistar o hexa. O time é bom. Tem que acreditar. Saudações a toda nação rubro negra que passa por aqui.
Abraço

Caio de Almeida disse...

O tal Guilherme Ferreira não consegue esquecer que é Botafogo. Colocou vários juízes que magoaram o Bostafogo. Deixa de ser ridículo, seu frustrado. Vai procurar um blog do seu time. Só aqui nos comentários já tem mais torcedores do que a torcida inteira do monotítulo.

SRN

Caio de Almeida disse...

Correção: não consegue esconder que é botafoguense...