terça-feira, 16 de novembro de 2010

E FOI ASSIM QUE PERDEMOS...

Fala galera. Tozza na área, beleza?

Nesse segundo post no Blog URUBUZADA, vou tentar mostrar a vocês como o esquema do Luxa não deu certo e como o Dorival Jr. neutralizou as saídas do Flamengo para o ataque.

O esquema do Galo foi ofensivo e até em certo ponto perigoso, pois com um volante apenas (Zé Luis), três meias ofensivos (Serginho, Diego Souza e Renan Oliveira), o time ficaria muito vulnerável. Mas o Galo foi armado assim, pois jogava em casa e precisava da vitória. Veja a formação na figura abaixo:


Flamengo iniciou bem, partindo pra cima, sem muito medo e ignorando a pressão da torcida do Galo. Léo e Juan avançavam pouco - até, no máximo, a intermediária - mas a bola chegava ao Pet com alguma facilidade. Apesar disso, os toques na frente da área acabavam não tendo seqüencia.


Depois do susto, o Galo resolveu partir pra cima. Dorival encostou Diego Souza e Renan Oliveira nas costas do Léo Moura, fazendo com que uma das saídas do Flamengo (talvez a única lateral que funciona efetivamente) fosse comprometida. Correa não conseguia apoiar o Léo, matando todo o lado direito. Diego Tardelli também flutuava nas costas do Léo e nas costas do Juan, prendendo sempre um dos dois lá atrás.


Todas as jogadas perigosas do Galo vinham pelo lado direito, ou seja, pelo setor esquerdo da zaga do Flamengo.


Dorival partiu para o ataque avançando seus laterais, os dois meias ofensivos e ainda Tardelli, que se movimentava muito.

Ai residiu o maior erro do Fla. Nosso time se fechou, sentindo a pressão, os laterais pararam de subir, na tentativa desesperada de ajudar na marcação e apostar nos contra-ataques. Com Pet fora de jogo, os atacantes ficavam isolados e sem chance alguma para os contra-ataques.



O primeiro gol saiu de um chute colocado de Renan Oliveira, de fora da área, onde Lomba espalmou errado pro meio da área, permitindo que Obina marcasse.

No segundo gol, uma falha de marcação no meio-campo obrigou Angelim a sair para fazer o 1o combate em Renan Oliveira. O jogador do Atlético tocou de cabeça para Obina, que recebeu e tocou de volta para Renan Oliveira entrar sozinho nas costas de Angelim e de Juan para marcar na saída de Lomba.


No segundo tempo, Luxa mudou, tentando dar mais mobilidade e criatividade no meio. Entraram Negueba, Marquinhos e Val Baiano nos lugares de Pet, Corrêa e DM. Saindo do losango para um quadrado no meio, ficamos mais vulneráveis, porém bem mais ofensivos. O Flamengo atacou, poderia até ter feito seu 1o gol ainda quando estava 2x0, mas ai, com esse esquema e a velocidade do ataque do Galo, nos complicamos ainda mais com gols de Tardelli e Renan Oliveira (novamente nas costas de Leo Moura), que fecharam o caixão a favor do Atlético.




É, Nação! Deu uma complicada pro nosso lado, mas acho que se ganharmos do Guarani, ficaremos praticamente fora da segundona. Temos 11% de chance de cair, segundo Oswald de Souza. Então nosso papel é lotar o Vazião e empurrar nosso time para uma vitória!

Eu estarei lá!

VAMO QUE VAMO!

Tozza

6 comentários:

ArtCapella disse...

Tozza
excelente analise do jogo, e nao poderia esperar nada diferente!
Achei a ideia de ilustrar com os botoes muito boa. Fortalecendo com qualidade o blog!
E no sabado todos nos la no Engenhao apoiando do inicio ao fim o nosso Mengao!
Abracos @mengaohepta

FÁBIO GIL disse...

Tozza, meu irmão! Tá foda desse nosso Mengão se acertar. Conforme eu já tinha dito por aqui pelo nosso URUBUZADA, o cobertor é curto e se tentamos atacar, ficamos muitos fragilizados. Se nos defendemos, não conseguimos ter velocidade pro contra-ataque. Tá foda, amigo! Mas eu vou acreditar no Flamengo SEMPRE!

Abs,

Gil

TOZZA disse...

Gil, eu continuo achando que o problema maior é o meia de criação. Nesse jogo sem ele ficamos capengas, as jogadas nao tinham sequencia...

O negocio é ganhar do Guarani, acabar o ano e mudar tudo pra 2011...

Abs

Tozza

@CrisMarassi disse...

Muito legal essa análise com desenhos.
Já disse que o proximo passo sao os filminhos, ne? ;)

Concordo com vc: nosso papel é lotar o Vazião e empurrar nosso time para uma vitória!

SRN!

Octavio Machado disse...

Pois é, Tozza. A coisa ficou embaçada! Mas eu levo fé, sempre! Depois dá uma chegada lá no meu cafofo e engrossa o coro por uma barca recheada a partir no final do ano da Gávea.
abraço,

TOZZA disse...

Fala Octavio,

Passa o link ai que vou lá com certeza.

Grande abraço,

Tozza