segunda-feira, 4 de abril de 2011

O SONHO E A REALIDADE


O Flamengo que conquistou a Taça Guanabara e que entrou em campo no sábado, para enfrentar e vencer por 2x0 o Duque de Caxias, não é bem o Flamengo dos sonhos de nenhum rubro-negro.

Mas essa coisa idealizada, perfeita, inquestionável, cá entre nós, é difícil pra cacete de acontecer (e nem sempre é muito bom). Fomos campeões brasileiros em 1992 e 2009 e da Copa do Brasil em 1990 e 2006 com times muito, muito piores tecnicamente do que esse que está ai. As carências em determinadas posições também era gritante em cada um desses títulos. No entanto, pudemos sacanear uma cambada de mulambos com os 4 títulos nacionais mesmo assim. É ou não é?

Avaliando o nosso elenco atual, precisamos urgentemente de algumas peças pra certas posições. Mas a nossa missão, percebendo isso, tem que ser focar nas necessidades e não nos nossos ideais, nas nossas projeções. Até porque, com mais de 30 milhões de torcedores, fica foda encontrar um meio-termo entre quem é a contratação ideal para mim, para você e pros outros sem-número de rubro-negros no Brasil e no mundo.

Precisamos urgentemente de um zagueiro, isso é fato. Mas vejo muita gente por ai cobrando que o futuro contratado tenha a liderança do Fábio Luciano, o talento do Gamarra, a habilidade do Mozer e a raça do Rondinelli.


Se juntar qualidades fosse bom, o "Frank"não teria essa carinha ai, né?

Mas o engraçado é que essa "síndrome de Frankenstein", de querer montar o jogador perfeito, não se resume só a zaga, não. Pra lateral-esquerda querem um cara rápido como o Leonardo, habilidoso como o Junior e versátil como o Leandro.

Não quer mais nada, não, neném?!?

Posso dizer que não estou gostando do futebol do Fla porque "ficamos no quase". Conseguimos (com o time completo) anular os adversários, tomar as bolas e partir no contra-ataque. As bolas cruzam várias vezes a área, mas não há quem finalize.

Que tal, então, pararmos de sonhar tanto e tentarmos realizar um pouquinho? Que tal pensarmos que não temos alguém pra arrematar pro gol e, quando tivermos, o time aproveitará mais seus avanços e marcará mais gols?

Vamos cobrar isso da diretoria!

Que tal pensarmos que, quando tivermos um lateral esquerdo, ele irá marcar melhor e permitirá que os volantes se aproximem dos armadores. Que esse lateral poderá alternar com o Léo Moura os avanços e facilitar as inversões de bola que HOJE, o Ronaldinho já faz?

Vamos cobrar isso também!

Que tal pensarmos que um zagueiro experiente ali no lugar do Welinton irá nos dar mais segurança na defesa, mas também nos avanços, evitando assim que os volantes fiquem tão "enterrados" na defesa e "aumentando" o número de homens no meio, fator fundamental nos grandes times que tem no mundo. 

Mais uma pra nossa lista de cobranças.

Que tal, em vez de queremos TIRAR um ou outro jogador (ou mesmo o treinador), a gente não mude um pouco o foco e passe a tentar CONSTRUIR alguma coisa e ADICIONAR um ou outro jogador? Se fizermos o nosso papel de apoiar e ajudar o Flamengo, cobrando o que é necessário e não "viajando na maionese", quem sabe, de repente, esse "Flamengo do quase" não se tornar o "Flamengo dos sonhos".

VAMO QUE VAMO, MENGÃO!

Gil

6 comentários:

Marcella Miranda disse...

Estamos longe de encontrar a batida perfeita...mas não quer dizer q não temos os melhores ritmistas!
Temos os ingredientes apenas estão mau utilizados. Ocupar o papel do corneteiro e apenas criticar é o mais fácil a fazer.
Não q não tenhamos o direito de cornetar! Podemos sim,mas com sabedoria,com foco e principalmente direcionando q quem de direito!
Ocupar o papel de quem se presta a procurar culpados lançando a moda: #forafulano #forabeltrano ah! Me poupe. Vai torcer pra outro time!
Minha nação tem seu valor!
Vamos cobrar...pq o que temos em casa dá samba! SRN #nadaimportasemoflamengo
Bjo Cella
@marcellinharj

Marcéu disse...

Adicionar um ou outro jogador tá difícil hein, só depende do Luxa mesmo de mudar esse time taticamente. Só mesmo apoiando o time do mengão toda hora na arquibancada. É isso que o resto da torcida tem que fazer !!!
SRN

@negromar_diz

Fernando Luis disse...

Toda a crítica feita principalmente pelo Tozza tem um fundo de razão. Quando ele diz que basta colocar os jogadores nas suas posições está correto...Porém.., existe alguns problemas sérios no time e que o torna desequilibrado, fazendo com que o Luxemburgo coloque uma armação nao muito tradicional e justifique em parte as más atuações. E quais seriam esses?
1) Não temos LE. Isso sobrecarrega o setor defensivo e não ajuda o ataque.
2) Por causa do Item 1, o Renato canelada nunca sai porque ele pode cobrir (na visao do treinador) a ala esquerda numa eventual tragédia. Alem disso o maldonado fica proibido de subir como fazia de vez em quando.
3) Não temos centro avante. Portanto verificando os itens 1 e 2 percebemos que temos um problema ofensivo. Ronaldinho Gaucho e TNeves apesar de serem meio campo, não marcam muito (ou nada) e no ataque tem que girar em torno de um avante que não existe.

Não é tão facil como parece. Se colocarmos dois atacantes (Dmauricio e Deivid -exemplo) ficaremos com um meio campo aberto para contra ataques facilmente e sem ligação da defesa para o ataque. Se colocarmos apenas um atacante (como tem feito o Luxa), acertamos a marcação, mas não temos nem centro avante para decidir os jogos e ajudar o Rgaucho e o Tneves e nem Lesquerdo para desafogar o ataque pela esquerda.

Sem contratação, ou achado de alguem na base, não há solução.

Anderson a.k.a @bellhara disse...

Sensacional a análise.

Não tem mistério.

1 Zagueiro bom (Juan)

1 Lat. Esquerdo (???)

1 Atacante (Love)

E vai aproveitando a molecada aos pouco.

Não tem muito o que fazer.

Ah, e o Luxa voltar a ser o velho Luxa de Tanguá!!

Anderson Luiz disse...

O flamengo tem um bom elenco. Falta um maior entrosamento entre os jogadores. Isso irá acontecer quando se tiver uma boa seqüência de partidas com a mesma formação, os mesmos jogadores, alternando apenas por lesão, ou suspensões. Aí o time mesmo que não fosse o ideal no papel, faria mais bonito, e não passaria vergonha dentro das quatro linhas.

Caio de Almeida disse...

Fernando, a crônica não foi do André, foi do Gil. E concordo 100% com ele.

Acho que a nossa torcida tem uma certa tendência a criticar sem tentar agregar. Exigem sem pensar nas possibilidades financeiras do clube. Atacam sem antes tentar propor mudanças. Parecem não ter muito compromisso com o clube. Eles querem é vencer e mais nada.

Lembro-me muito bem daquele timaço de 80, quando Junior ainda era lateral e a galera caia na pele dele, xingava-o e reclamavam que ele só usava o pé direito. Deu no que deu: o Capacete conquistou tudo e mais um pouco pelo Fla.

Está na hora da galera tentar equilibrar um pouco o racional com o emocional.

SRN

Caio