quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

VITÓRIA ETÍOPE

Cara, a vitória do Flamengo hoje a noite não foi magra. Foi Etíope. Até porque o nosso time só jogou até os 7 minutos, quando Toró meteu o seu golzinho de cabeça, e ponto final. A partir daí foi um show de preciosismo com uma cacetada de gols perdidos na cara do goleiro Cássio, do Macaé, destaque do jogo, diga-se de passagem.

No Flamengo, de bom, só mesmo Jônatas, que deu alguns passes muito açucarados pra galera desperdiçar, e o Kleberson, que mesmo entrando nos 10 ou 15 minutos finais do jogo, mostrou vontade e fez algumas triangulações com o Léo Moura (aquele lateral da seleção brasileira) lá pela ponta direita.

Nem mesmo o Anjo Negro, que teve seu nome gritado pela torcida, conseguiu encher os olhos da nação rubro-negra, que, mais uma vez, vaiou a equipe. No entanto, desta vez eu acho que os caras mereceram os brados de "Queremos raça! Queremos raça!". Porque podíamos ter goleado, mas ficamos de chinelinho depois do 1X0, tentando toques de calcanhar, ovinhos e outras palhaçadinhas e malabarismos.

O próximo jogo será contra o Mequinha, lá no Engenhão. Espero que ninguém da nossa torcida não faça o que tenho ouvido por ai. Acho que a gente tem que ver o jogo na moral, comemorar os 4X0 (esse é o placar que eu arrisco) e manter a disciplina. Mas já adinto que não vou dar as caras lá no estádio que o Botafogo é inquilino. Porque aquele lugar é amaldiçoado, tem urucubaca das brabas. Da última vez que estive lá, rebocaram meu carro. Então vou assistir o jogo de casa mesmo, que é mais seguro e ainda economizo os 30 mangotes.

Abralhos e vamos que vamos, Mengão!

Um comentário:

Alexandre Gatuso disse...

EU ACHO Q O TIME ESTA FICANDO MUITO MASCARADO E NAO VAI GANHAR NADA ASSIM PORQUE JA VI OUTROS TIMES SEDANDO MAL ASIM!!!!!