domingo, 30 de março de 2008

EMPATE CHATO CLASSIFICA O TIME


Na estréia do novo terceiro uniforme, o Flamengo perdeu alguns gols incríveis e acabou não saindo do zero no jogo contra o defensivíssimo Madureira. Aliás, bota defensivo nisso, já que Bruno e a defesa Rubro-Negra quase não trabalharam.

O jogo foi disputado sob forte calor e no primeiro tempo as chances foram poucas, todas nossas. Até Maxi, cabeceando, quase fez um gol. Mas no segundo tempo teve a chance mais clara do jogo. Antes dela, Marcinho cabeceou no travessão. Mas um pouco depois, pegando um rebote de uma outra bola no travessão, Juan, sem goleiro e praticamente embaixo do gol, conseguiu chutar por cima. Uma pena, o Flamengo perdeu seus dois primeiros pontos para times pequenos no Campeonato Carioca. Mas tudo bem, já que o empate selou a classificação do time para a semifinal da Taça Rio.

Neste domingo os jogadores estáo de folga. A próxima partida é só no próximo final de semana, dia 6 de abril, contra o Vasco. Para essa partida, muito provavelmente o técnico Joel Santana deve poupar alguns jogadores, já que no meio da semana seguinte, dia 9, tem o jogo que pode garantir o Flamengo na próxima fase da Libertadores.


FLAMENGO 0 x 0 MADUREIRA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 29/3/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: José Alexandre Barbosa Lima (RJ)

Renda/público: R$ 124.169,50 / 12.802 pagantes
Cartões amarelos:Éverton, Wagner (MAD).

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian, Kleberson, Ibson (Toró, 40'/2ºT), e Renato Augusto (Tardelli, 18'/2ºT); Maxi (Obina, 18'/2ºT) e Marcinho. Técnico: Joel Santana.

MADUREIRA: Renan, Paulo César, Marcílio, Jordan e Douglas; Thiago Souza (China, 39'/2ºT), Amaral (Junior Negão, 15'/2ºT), Éverton e Crys (Doriva, 25'/2ºT); Wagner e Milson. Técnico: Carlos Tozzi.
 
Jean Freire
www.flagol.blogger.com.br

2 comentários:

Abel Xavier disse...

Jean, o empate não foi chato. Foi insuportável! Acho que o Joel tem que sair do Flamengo, senão não vamos a frente na Libertadores da América

Jean Freire disse...

Concordo, foi insuportável mesmo. Tivemos até umas duas ou três chances claras de gol.
Só acho q esse não é o momento pra mudar o treinador. Eu já venho falando faz tempo q não era nem pra ele ter iniciado o ano, mas uma meia-dúzia de torcedores foi até o Cristo Redentor fazer homenagem... ficam cantando q ele classificou o time pra Libertadores... não é bem assim.
Uma mudança hj poderia desestabilizar o ambiente.
Até mais!