sábado, 14 de junho de 2008

TOMARA QUE NÃO SEJA SÓ VISITA


No treino de hoje, na Gávea, um personagem ilustre passou lá pra dar um alô. Será mesmo que foi só um alô? Renato Abreu, o "Renato Bomba", campeão estadual 2007 e da Copa do Brasil pelo Fla em 2006, de férias no Brasil, resolveu dar uma chegada na sede do Flamengo, enchendo de esperanças os torcedores rubro-negros que apareceram para conferir o coletivo.

Sobre sua possível volta, os jornais online GLOBOESPORTE.COM e LANCENET apresentam versões diferentes sobre as declarações do vice de futebol, Kleber Leite. Enquanto o site ligado a Rede Globo destaca que o "Eurico da Gávea" não tem esperanças de trazer o jogador de volta, o concorrente diz que Kleber não descarta uma volta do jogador, que diz "sonhar em voltar a vestir a camisa rubro-negra".

Abreu é o craque do seu time nos Emirados Árabes e já tem proposta de outras cinco equipes de lá. Na grana, não dá pra competir com os sheiks. Mas Renato deixa no ar um desejo de retornar com uma boa proposta, especialmente se o time se classificar para a Libertadores de 2009, coisa que a gente já está tratando de conseguir.

Renato não passou pela Gávea impune. Quando chegou ao CT, foi recebido pelos ex-colegas de trabalho com muita alegria. E olha que eu ouvi, inúmeras vezes, que o meia não tinha lá um bom relacionamento com os demais jogadores do elenco. Dizia-se que o armador era meio "estrelinha" e se achava "o tal". Tanto que chegou a surgir na mídia, especialmente quando o Fla enfrentava uma crise e vinha mal no Brasileirão, um papo de que outros jogadores o apelidaram de "O Pelé da Gávea". Mas tudo isso foi desmentido e ex-capitão da equipe recebeu até ovada dos seus camaradas, em comemoração ao seu aniversário de 30 anos, mostrando que a receptividade seria boa e que o time está num astral sensacional pra pegar o Sumpaulo hoje.

Renato seria o jogador ideal para fazer a ligação rápida entre meio-campo e ataque. Sabe armar jogadas, alterna sua posição no campo o tempo todo e bate faltas como poucos no futebol. A despeito dos boatos que rolaram no início do ano passado, que diziam que o jogador poderia vir para as Laranjeiras, "O Bomba" reafirma seu amor e sua identificação com a nação rubro-negra e deixa as portas abertas para seu retorno:

"Minha renovação nos Emirados não está certa. Fiz um bom campeonato, abri portas por lá, mas meu contrato é até julho e ainda não acertei nada para permanecer. Estou aberto à negociações. O torcedor rubro-negro pode sonhar com a minha volta porque não tenho nada de concreto por lá. Fiquei de longe sonhando em voltar um dia, jogar no Maraca lotado, mas não tem nada certo. Vou ficar no Brasil uns dias e esperar para ver o que vai acontecer".

Outro nome que tem circulado muito lá na Gávea é do lateral esquerdo Michael, do Dínamo de Kiev, jogador indicado pelo técnico Caio Jr, que já deve estar prevendo a saída de Juan na janela de meio de ano. O atleta já foi procurado pelo Flamengo, mas as negociações não avançaram muito, o que sinceramente, eu acho bom. Não julgo válido gastar uma dinheirama com um cara que a gente nem conhece e nunca ouviu falar. Tá certo que o "oclinhos" garante que o cara joga bem, mas creio que há muitos bons laterais por aqui e, também, não é garantido que o Juan deixará mesmo a Gávea. Tomara que não.

Até mais tarde. Lá no Maraca.

Vamo que vamo, Mengão!

Gil

Um comentário:

Negão disse...

Gil, que porra de jogo foi aquele? Como errar tanto num jogo tão fácil de ganhar, como o de hoje? Sempre na hora H, o time "peida". Que saco!!!!