segunda-feira, 20 de outubro de 2008

JOGO DE SEGUNDONA



Quem vai descer pra segundona é só o Vasco. Mas o Flamengo também fez uma apresentação digna do rebaixamento. Não fosse pelo começo do campeonato, momento em que o time ainda tinha mais entrosamento e um pouco do espírito vencedor dos tempos de Joel, a gente, com certeza, estaria na zona baixa da tabela. Porque o futebol que o Flamengo vem oferecendo aos seus torcedores, que vão aos estádios, está sofrível.

Vencemos o Vasco, sim. Mas o time de São Januário é uma cambada de covardes e inexperientes que não assusta ninguém e justifica sua posição na tabela. Chega a ser doloroso ver o nosso maior rival com uma equipe tão medíocre, e nós, com um grupo repleto de jogadores caros, consagrados e badalados, jogando uma bolinha tete-a-tete com eles.

Então, quero descarregar a metralhadora em todo mundo agora, apesar da vitória e dos três pontos. Porque acho covardia bater no time só quando ele perde, como fazem muitos jornalistas e muitos blogueiros.

Estou criticando e reclamando porque não estou vendo um bom futebol, nem um time aguerrido. Na verdade, como bem disse nosso treinador, estamos tendo sorte. E se eu gostasse de sorte, teria um blog sobre dados ou loteria, e não sobre futebol.

Então, lá vai.

Conforme eu disse no último post, Caio Jr está começando a me irritar profundamente. Ele tem sido covarde, burro e está se tornando um retranqueiro terrível. Começa todos os jogos com um time diferente, escalado num falso 3-5-2, onde o atacante referência fica isoladão lá na frente, enquanto o segundo atacante (geralmente o Marcelinho Paraíba) tem que voltar até o meio-campo pra buscar bola, visto que seus volantes e cabeças-de-área ficam distantes, enfurnados dentro da área, para "ajudar" na defesa. Ou seja, um misto de 3-6-1 com 5-4-1 fedorento e mal armado.

O resultado disso é que o Flamengo é o time que mais rouba bolas na competição, mas não tem articulação para chegar ao ataque, limitando-se exclusivamente aos avanços de Léo Moura e Juan. Sendo assim, também não chuta a gol (somos o terceiro time que menos finaliza na competição). No jogo de ontem, por exemplo, o Vasco arriscou mais de 10 vezes e o Flamengo apenas 3. E estamos falando do confronto contra o lanterna da competição, hein!

O setor de meio-campo apresenta um buraco imenso, que é percebido claramente quando o Bruno bate o tiro de meta e os atacantes são obrigados a recuar para disputar na cabeça com os meias adversários. A falta que um jogador de ligação faz ali também só é notada de fato quando os nosso laterais não estão num bom dia ou quando um deles é suspenso ou está servindo à seleção (como no jogo contra o Atlético Mineiro).

Bastou o alvinegro de Belo Horizonte marcar o Léo Moura e o Marcelinho Paraíba, pro Flamengo não ter mais nenhuma alternativa na saída para o ataque. Sambueza é um jogador técnico, mas muito lento. O meio-campo não conseguia construir nada. Ai os caras fizeram o primeiro gol e só esperaram o Angelim começar a avançar como um louco - tentando suprir a falta do Juan - pra meterem mais dois gols e fecharem a fatura.

Aliás, por falar nos laterais, Léo Moura e Juan tem sido os únicos jogadores que ainda mantém boas apresentações desde o time formado por Joel. Ainda assim, sinto que os dois acabam avançando menos, visto que ninguém é posicionado para apoiá-los ou cobrí-los. Os dois chegam lá na ponta do campo e não encontram ninguém para fazer uma tabela, obrigando-os a ficar dando voltas ou derivar para o meio, aumentando assim as chances de roubo de bola por parte do adversário e de um contra-ataque.

Fábio Luciano e Angelim, que também estavam numa fase incrível na Libertadores e no começo do Brasileirão, caíram vertiginosamente com a continuidade de Caio. Tudo porque, na época do Natalino, o meio-campo formado por Cristian e Toró realmente oferecia um bom resguardo aos ataques adversários, roubando as bolas ainda na intermediária e partindo com velocidade em contra-ataque quando necessário, coisa que não acontece mais hoje.

Acreditando que proporciona uma melhor força defensiva à equipe, nosso atual treinador afunda Jaílton e mais um lá dentro da área, contendo os ataques adversários somente quando eles já estão na entrada da área e somente na parte central do campo defensivo. Isso acaba nos sufocando na retranca e obrigando os nossos zagueiros, jogadores mais velhos e com pouca velocidade, a irem para as pontas, segurar os piques de laterais/atacantes que são mais novos e mais rápidos do que eles. Resultado: tomamos vários gols de fora da área, de falta e de cabeça. Podem conferir as estatísticas.

Foi exatamente por perceber isso que o folgadinho do Alex Teixeira, atacante do Vasco, provocou nossos defensores antes da partida em que o Vasco acabou perdendo. Ele afirmou que nossa zaga era lenta e que entraria em velocidade pelas pontas, pra surpreendê-los. Ainda bem que o maluco não recebeu muitas bolas, porque o espaço estava lá, conforme ele disse. Caio Jr não fechou o setor, apesar da pista dada pelo atacante.

Enfim, o Flamengo está jogando feio e desordenado. E, apesar da vitória, eu não gostando nem um pouco. Isto é apenas um alerta. Espero que alguém dê atenção agora, porque depois (que estivermos de fora do G-4) não vai adiantar.

Vamo que vamo, Mengão!

Gil

7 comentários:

André Monnerat disse...

Olha, eu concordo que o Flamengo tem jogado mal e que, mesmo quando vence, não convence. Escrevo isso no meu blog a cada partida.

Mas não é verdade que a gente estaria lá embaixo se não fosse o bom início. Na verdade, a campanha do Flamengo é a terceira melhor deste returno.

A verdade é que tá tudo muito nivelado e mesmo os que estão na nossa frente têm jogado mal também.

Alexandre Gatuso disse...

DESCORDO DE VCOÊ ANDRÉ!!!!!!!! O TIME SÓ ESTÁ SE MANTENDO UM POUCO PORQUE COMEÇOU BEM SE TIVESSE JOGANDO ESSE FUTEBOLZINHO MEDIOCRE DESDE O COMEÇO AI VC IRIA VER COMO AGENTE ESTARIA MUIT MAL NA COMPETIçÂO COMO O GIL FALOU!!!!!!!! EU ACHEI O JOGO HORRIVEL E CORREMOS O RISCO DE FICAR DE FORA DA LIBERTADORES AINDA POR CIIMA!!!!!!

Caio de Almeida disse...

Caro, Gil. Concordo com você que o futebol do Flamengo está longe de ser vistoso. Contudo, tenho que dar o braço a torcer ao André Monnerat, por conta da campanha que estamos fazendo. O futebol como um todo não está passando uma boa fase. Os times europeus, mesmo os melhores, não estão atuando bem, salvo alguns confrontos diretos que tem mais emoção.

Todos os jornalistas estão vibrando com o Palmeiras X São Paulo, mas o jogo não passou de uma grande correria. Não houve uma jogada mais técnica, além do drible do Denilson no gol de desconto.

Entendo sua frustração e seu medo de ficar de fora da Libertadores. Mas o futebol está nivelado tão por baixo, que ainda acredito até no título.

SRN

Saulo Milleri Biral disse...

Sobre o Clássico. O Vasco até que teve umas oportunidades para fazer o seu gol, mas pecou nas finalizações e o Flamengo aproveitou isso. Foi uma derrota que complica a situação do Vasco no campeonato. É preciso agora ganhar os jogos que virão pela frente, principalmente em casa. O Flamengo continua na briga pelo título.

Neruso Sam disse...

Olhaí Gil
tenho um reparo a fazer ao seu comentário sobre o jogo.
Em todos esses anos acompanhando futebol, sempre considerei que jogar contra times ruins era mais dificil que jogar contra times bons.
EXPLICO
Time bom joga com tática, e táticas se confrontam para resolver quem jogou melhor.
Time bom além da tática tem os bons jogadores que "calibram" seu modo de joga de acordo com o adversário.
Jogar contra time ruim é sempre uma incógnita e ninguém sabe direito o que fazer.
É isso que acho do Fla de domingo.
Jogando contra um time ruim pra diabos, e achando que era o clássico dos milhoes, ficamos perdidos em campo, porque o outro time não é mais time, não existe mais, ACABOU.
Jogamos melhor e BEM contra o Nautico porque ogamoscontra um TIME, coisa que o bacalhau não é mais e já faz tempo.
HEXA EM 30/11 no maraca.
Estarei lá....
(resgate ai que já faz uns seis meses que to cantando esta data)

Saulo Milleri Biral disse...

Fala Fábio. Para vc conseguir mural de recados acessa esse site:
http://www.codigofonte.net
Valeu amigo e sucesso pra vc.

vôo do urubu disse...

O ímpeto destrutivo do professor aloprado conseguiu destruir o que melhor funcionava no time: o setor defensivo. Fora Caio Jr - enquanto há tempo!