domingo, 2 de novembro de 2008

VOCÊ NÃO ENTENDE DE FUTEBOL


A melhor campanha do Rio de Janeiro? A melhor campanha do segundo turno? Foi isso mesmo que o Caio Jr disse? Vem cá, isso vale pra alguma coisa, amigos? Classifica a gente para a Libertadores? Leva a gente ao hexa? Existe alguma taça ou campeonato extra-brasileiro que a gente esteja disputando e que eu não saiba? Então porque é que o nosso treinador usou estes argumentos como consolo pro péssimo jogo de ontem?


Outra coisa: como é que um técnico do Flamengo, um dos maiores clubes do mundo e o maior do Brasil, tem a coragem de dar uma declaração como esta: "Em casa temos mais dificuldades de vencer porque nossa equipe é melhor no contra-ataque. Quando temos que atacar o adversário, ficamos expostos. Foi o que aconteceu hoje". O que essa porra quer dizer? Que a gente só ganha quando está acuado? Caralho, nem o Joel, que foi zagueiro e tinha fama de retranqueiro deu uma declaração como essa! Onde é que o Caio Jr quer chegar dizendo isso? E ainda acha ruim que a Nação, compreensivelmente indignada, chame-o de covarde. Na verdade, não foi idéia nossa dizer isso. Quem deixou claro isso foi o senhor mesmo, Caio Jr, quando falou uma coisa como essa ai de cima.

O Flamengo fez inúmeras contratações, tanto para o meio-campo quanto para o ataque. A defesa é a mesma do ano passado. Nas outras posições, nosso "treineiro" poderia alterar, mas mantém Kléberson, Jaílton, Maxi, Obina e etc. Se o time está partindo somente nos contra-ataques e não tem a característica de tomar a iniciativa, é por determinação sua, meu irmão. E se, por conta disso, estiver jogando mal, desorganizado e sem vontade, é culpa sua, da comissão técnica e dos jogadores. Nós, que metemos mais de 40 mil pessoas a cada jogo do nosso clube de coração, temos, sim, todo o direito de gritar o que quisermos contra e a favor de vocês. Invadir o clube e tacar bomba é um absurdo, vandalismo. Mas gritar, xingar e vaiar, todos podemos (e vamos) continuar fazendo. Até porque esperávamos mais vontade, controle e empenho, para vencer as partidas e retribuir o tanto de esforço que fazemos em apoiá-los a cada partida.


Ronaldo Angelim, sempre ele, foi sincero e saiu de campo ovacionado pela torcida, como um jogador que entende o que é jogar pelo Flamengo e chegar a uma Libertadores. O zagueiro, em entrevista, foi logo deixando claro que nosso elenco é chegado a um oba-oba e que a seriedade passa longe da Gávea. Adivinha porquê? Porque não temos um líder, alguém que sossegue o rabo dessa galera, que sirva de referência pra esses moleques que estão vestindo o Manto Sagrado. Aí dá no que dá: fizemos 1X0 e achamos que o jogo já estava ganho. Recuamos e conseguimos manter o resultado no primeiro tempo. No segundo, a Portuguesa veio com vontade, aproveitou o cochilo e a falta de proteção na entrada da área, fazendo dois gols em 15 minutos. Depois, partimos pro ataque, como deveríamos ter continuado a fazer quando abrimos o placar, empurramos a Lusa lá atrás e empatamos a partida. Mas já era tarde pra virada e acabamos somando somente 1 ponto, dentro de casa, contra um time que será rebaixado.

Mas nem tudo o que Caio Jr disse ontem aos jornalistas foi errado. Em meio a uma de suas declarações, ele questionou as vaias a Juan e disse que não entende de futebol. Tái, Caio. Com essa eu concordo.

Tomara que a gente consiga ir pra Libertadores.

Gil

2 comentários:

Alexandre Gatuso disse...

GIL EU ESTOU MUITO DECEPCCIONADO CARA!!!!!!!!!!!

Matheus Macedo disse...

É triste esse Caio Jr, acho que até o Cuca é melhor que ele.
E anotem o que estou falando, Ronaldo Angelim será um grande técnico no futuro! Esse cara tem uma visão de jogo muito boa e dá pra perceber que ele entende de armação de jogada, de controlar um time, e de acabar com oba-oba, espero que ele se torne técnico do flamengo, admiro muito ele!