sexta-feira, 6 de março de 2009

SOLUÇÃO OU PROBLEMA?

Fla abre licitação e despreza acordo com Olympikus


Plantão | Publicada em 05/03/2009 às 11h03m
Lancepress

O lançamento de um processo de licitação para os interessados em assumir o fornecimento de material esportivo do Flamengo pode complicar ainda mais o imbróglio entre o próprio clube, a Nike e a Olympikus. Uma fonte lembrou que o Rubro-Negro tem um contrato assinado desde 31 de maio do ano passado com a Azaléia, empresa detentora da marca Olympikus.

No edital publicado no LANCE! desta quarta-feira, o Flamengo abre processo seletivo para a contratação de empresa para licenciamento de produtos e fornecimento de material esportivo no período entre 1 de julho deste ano e 30 de junho de 2011. As propostas dos interessados devem ser encaminhadas até o dia 17, quando serão abertas.

O vínculo assinado com a Olympikus tem vigência até 2013. Na data da assinatura (30/5/08), Marcio Braga celebrou "o maior contrato do tipo na América Latina." Além disso, Marcio confirmou que o clube recebeu, à época, um adiantamento de R$ 10 milhões, metade do valor total. A quantia foi utilizada quitar os salários de abril, que estavam atrasados, além dos vencimentos de maio e junho.

A decisão de assinar com a Olympikus foi precedida do rompimento unilateral com a Nike, depois das notificações previstas no contrato. Segundo o clube, a Nike teria descumprido cláusulas contratuais. A empresa contestou a medida e obteve liminar garantindo o cumprimento do acordo com o Fla até 30 de junho deste ano. A empresa tinha, segundo o clube, preferência de renovação até o início de março, antes da licitação.

No período em que esteve rompido com a Nike, o Flamengo disputou quatro jogos com uma camisa que tinha três interrogações, em referência aos três arcos da Olympikus.

Nesta quarta-feira, Túlio Fornicola Filho, diretor de marketing esportivo da empresa, não confirmou o adiantamento e nem mesmo a existência do contrato. Ele se limitou a dizer que a empresa "vai entrar na disputa para ganhar." Já a Nike, por intermédio do gerente de comunicação David Grinberg, garantiu que a empresa não vai emitir qualquer posição.

VAMO QUE VAMO, MENGÃO!

Gil

Um comentário:

Lucas Martins disse...

Sei não...é de se desconfiar que a Olympikus tenha sido um fogo de palha, lançado por essa diretoria, para dar "satisfação" à torcida e "desviar o ódio" da massa, para outra questão, que não a administração..

SRN

Lucas Martins