domingo, 8 de novembro de 2009

O FLA GANHOU FORA DO CAMPO!



Eles transformaram o jogo de hoje numa guerra. Evocaram jogadores do passado para darem depoimentos e incitarem a torcida do Atlético, que foi para o hotel do Fla pra soltar fogos e infernizar a vida dos nossos guerreiros, esquecendo que são brasileiros e agindo como argentinos. Além disso, durante toda a semana, ouvi e li o Diego RETardelli dando declarações de que faria gols, que comemoraria que nem o Reinaldo, etecetera e tal. Pois bem. Segurei a onda e esperei o que aconteceria. O resultado? 3X1 e mais um esculacho clamoroso do Mais Querido do Planeta dentro do Mineirão.

Mas toda essa banca e as ameaças feitas pelos mineiros não surgiram só por conta deles, não. Lembram que lhes disse que os paulistas estavam armando pra cima do Fla? Pois bem. A pressão inicial de que havia algum tipo de favorecimento ao Rio de Janeiro surgiu da impressa paulista e acabou por chegar, por determinação editorial (claro), nas praças de MG e Rio Grande do Sul. Ai o complô pró-SP e Palmeiras, que não passava de uma reuniãozinha de jornalistas gordos, fedorentos e bairristas, acabou por se pulverizar por algumas das principais capitais futebolísticas do Brasil, Belo Horizonte, por exemplo.


Milton Neves mesmo, chegou a dizer em seu twitter que "Domingo no Mineirão o Flamengo que atuará desfalcado de Wright, Aragão e Marcio Rezende sofrerá a maior pressão já vivida na história", encerrou sua participação na noite de hoje, como sempre, babando ovo do Fla e dizendo que o campeonato será da Imperatriz... ou melhor, do São Paulo.


Devaneios e rivalidades imbecis à parte, vencemos o jogo de hoje por 2 fatores recorrentes nessa arrancada: Andrade e Pet. Sobre o gringo, eu e inúmeros parceiros de blogagem já falamos inúmeras vezes. Por isso, vou me dedicar neste post a falar do Tromba, porque há muito ele merece uma homenagem nossa e quero fazê-la hoje, antes da decisão do campeonato, para não parecer média.




O Flamengo já cometeu muito erros em sua história. 99% desses erros estão relacionados a não prestigiar e dar a quem mereceria os créditos e agradecimentos. Foi assim com Carlinhos, um dos melhores treinadores e administradores de ego que conheci no futebol. E conheci ele pessoalmente. Sempre sereno, prático e objetivo, Luís Carlos Nunes da Silva, dedicou sua vida ao Flamengo, foi bicampeão brasileiro sem alarde, sem gritaria, sem querer aparecer e principalmente, com o elenco na mão. No entanto, só ganhou do clube um chute na bunda um ano depois e um busto na sede, algum tempo depois.

Por duas vezes, a mesma direção que esculachou Carlinhos, também desprezou Andrade. Deixou de efetivar o ex-jogador e ídolo e foi atrás de outros "treineiros" sem expressão alguma e sem identificação com o clube e a verdade do Flamengo. Cuca e Caio Jr. são dois "ótimos" exemplos. Andrade, em sua humilde sabedoria, virou-se para um repórter que cobria o treino do Fla, quando ainda era interino, e disse, convicto: "Eu estou tranquilo. Minha hora vai chegar e vou provar o meu valor". Como se tivesse que provar mais alguma coisa para a Nação! Pois bem, o Tromba foi lá, assumiu o time do Flamengo novamente e fez dele um time do Flamengo.



Há quantos anos não víamos tanta vontade numa equipe rubro-negra? Tanta determinação? Tanto sangue nos olhos? Tanta coletividade? Quantos jogadores presepeiros e mascarados temos no elenco? Eu, que acompanho o Fla de perto, digo a vocês: VÁRIOS! E quantos deles estão de sacanagem em campo, de corpo mole, tirando o pé, reclamando das substituições? NENHUM!

É, galera. Esse é o Andrade. O cara que vai nos levar ao hexacampeonato brasileiro e alguém que temos que apoiar, festejar, homenagear até a morte. Era gênio dentro de campo. E agora mostrou que também pode ser fora dele.

EU ACREDITO NO HEXA!

Gil

8 comentários:

Anninha disse...

Pois é, tanto barulho do Atlético pra nada. Essa polêmica dos ingressos, a chateação na madrugada antes do jogo, a torcida deles jogando pedra na torcida rubro-negra antes do jogo...de que adianta tudo isso se no campo eles envergonharam seus torcedores? Foi bom que mais atleticanos viram nossa vitória maravilhosa.
MENGÃO RUMO AO HEXA.
SRN

Felipe de Gouvêa disse...

Gil, esse título tá mais perto do que imaginamos. Agora é contar com a ajuda dos Chororôs pra detonar SP e Parmera e pronto!
SRN

Caio de Almeida disse...

Impagável foi ver os ex-jogadores bancando os desrespeitados. O Sérgio Araújo chegou a chorar na entrevista. Ah, faca-me o favor, né? Mengão foi lá, jogou bola e venceu. Estamos no caminho do hexa.

SRN

Felipe Machado disse...

Lindo post e justíssima homenagem ao Andrade. Parabéns, amigo.

Marcelo Guimarães disse...

Fala Gil,
O Andrade está arrebentando e provando que o Flamengo tem que estar nas mãos de rubro-negros de verdade. Agora só me resta encher o peito e gritar: HEXACAMPEÃO!
Abs,
Guima

Alexandre Gatuso disse...

GIL VOCE FOI O UNICO RUBRO NEGRO QUE FALOU DO ANDRADE ATE AGORA DEPOIS DA ARRANCADA!!!!!!!!!!! ELE MUDOU A CARA DESSE TIME E REALMENTE MUDOU PARA UM FLAMENGO DE VERDADE!!!!!!!!!!!!!!!!! DERREPENTE TENTA ENTREVISTAR ELE PARA O RUBUIZADA GIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Cris Marassi disse...

Gil!
Arrasou nesse post! Homenagem mais que justa! Me emocionei de verdade.
Só espero que a diretoria do fla tenha aprendido e nao dispense esse ser humano maravilhoso que tem nos acariciado a alma com tantas vitórias e tanta garra.
Parabéns!
Bjao

Negão disse...

Não acredito que você ainda perde seu tempo assistindo programa do Milton Neves! Pensei que você tivesse amor próprio. Putz!