segunda-feira, 15 de março de 2010

DEUS PERDOA. O FLA, NÃO.


Eu juro que tentei de tudo pra ir ao jogo ontem. O retorno do Adriano, após toda aquela polêmica (que não acabou ainda) prometia muito. Mas eu não contava com o dilúvio BIZARRO que começou a cair a partir das 18h no Rio de Janeiro. Estava a caminho do Maraca quando uma verdadeira piscina me impediu de passar do bairro de Piedade. Como eu estava acompanhado da minha senhora e ouvi no rádio sobre a confusão causada pelo problema nas catracas (apenas 10 das mais de 100 roletas funcionaram no jogo de ontem), resolvi ser prudente e abortar a missão "Espanca Bacalhau", voltando pra casa.



Não sei se estou sendo muito exigente - ou se estou velho e ranzinza - mas achei que a gente fez nosso segundo joguinho muquirana da semana (o primeiro foi contra o Caracas). O Flamengo e Vasco de ontem não foi nem perto de outros jogos que Mengão e Bacalhau Imundo já protagonizaram na história recente. Tá certo que o péssimo juizinho, Péricles Bassols, contribuiu muito pro clássico se transformar numa partida ordinária. Mas o futebol em si não me encheu os olhos.

De qualquer maneira, com um gol de Adriano de pênalti, o Mengão não perdoou as "pessoas ruins" do lado do Vasco e venceu a partida por 1X0, mantendo a liderança de seu grupo e os 100% de aproveitamento na Taça Rio.

Vou começar o post criticando Álvaro, Fabrício e Toró, que estavam numa daquelas noites em que erram quase tudo. A cobertura estava péssima, a marcação precipitada, o posicionamento atabalhoado.  Ainda bem que o Williams (exceto no lance do pênalti) conseguia se recuperar a tempo de fazer todas as coberturas com eficiência.

No meio-campo, a bronca vai pra Kleberson, que mostrou mais uma vez aquele futebol (ou falta dele) que irritam a torcida. Mesmo diante de um confronto cercado de tradição e rivalidade, o meia parece frio, distante e sem nenhuma vibração. É o famoso estilo "sangue-de-barata" que tanto me incomodava no jogador e que parece ter voltado após sua nova passagem pela amaldiçoada seleção brasileira. Aliás, depois que foi convocado, o pentacampeão está se poupando visivelmente pra disputar a Copa do Mundo.

Mas quando poderia consertar essa falta de criatividade (e vibração) e colocar o time mais pra frente, Andrade peidou novamente e foi de Rodrigo Alvim, improvisado. Por sinal, devo confessar a vocês que tenho ficado muito insatisfeito e incomodado com a covardia que o Tromba vem demonstrado ultimamente.

O Vasco chegou a ter 3 atacantes em campo, abrindo no meio-campo ainda mais espaços pro Flamengo trabalhar a bola e ampliar o placar. Ignorando isso, Andrade manteve a equipe lá atrás esperando os contra-ataques e correndo riscos. Não fosse pela atuação irretocável do Bruno, pegando dois pênaltis cobrados pelo Dodô, perderíamos o jogo por 2X1 e eu não acharia nenhuma injustiça.


Pra melhorar isso e espancar esses mulambos com um futebol bonito como no Brasileirão, acho que chegou a hora de devolver o Pet ao time. Com a volta de Adriano e Maldonado, resolvendo boa parte dos nossos problemas, seria fundamental que houvesse novamente aquele cara que acerta os passes e deixa os atacantes na cara do gol. E o sérvio, em boas condições físicas como está, é essa pessoa.

De qualquer forma, de nada vai nos adiantar que o Andrade saque outro jogador criativo para recolocar o gringo no time. Temos é que tirar esse monte de zagueiros e cabeças-de-área e mandar o Flamengo pro ataque. Porque é assim que vamos vencer os adversários "sem perdão".

VAMO QUE VAMO, MENGÃO!

Gil

8 comentários:

Anninha disse...

O jogo de ontem foi realmente sofrível. Foi duro ver, logo no início, o bacalhau de segunda com as maiores chances de gol e praticamente tomando conta do jogo. Não sei o que acontece com o Flamengo, se é falta de motivação com o carioca, mas nós, como torcedores, queremos ver sempre uma boa atuação contra os fregueses antigos.
Tivemos muita dificuldade para sair do meio de campo e quanto ao Kleberson, concordo com vc, aliás, nunca gostei dele, apesar de muita gente gostar.
A piada final da noite não foi nem os penaltis perdidos pelo Dodô e sim o Wagner Mancini e o Fernando Prass reclamando da arbitragem (???). Já que o Botafogo levou o título de tri vice deles, eles pegaram o título de chorões, só pode.
SRN

lindinhamatos disse...

Oi, uma pena nao poder ter assistido ao classico, mas jah soube que não foi desses em qual nos orgulhamos de dizer, "Pense na raça..." Mas, ganhamos! E, como eh bom ganhar em cima dele..kkk..eu, particularmente adorooo... kk.. Mas lendo seu post, Kleberson, n esta jogando nada desde sempre, e n sei onde o Andrade vai chegar q n coloca o Pet pra começar a ter ritmo de jogo e aumentar o introzamento com o grupo?? =/ sei nao, mas fico com medo toda vez q o Mengo joga, n gosto de perder, quem gosta? E, nesse ano logico que estamos na libertadores.. perder seria um Nao abnegado pra mim, n polpar mihas lagrimas em frente a todos.. Mas vamu que Vamu Mengo!

Ivan Pantaleão disse...

Gil, não vou nem escrever muito, pois estou evitando, com todas as forças que tenho, virar minha bateria de vuvuzelas contra o Tromba; mas que está cada vez mais difícil de segurar está...

Kleberson, pra mim, é opção tática pra segurar resultado favorável, vitória já asseggurada, e não pra construir vitórias. Banco já!!

Minhas sinceras homenagens ao The Wall que, PQP, é o melhor goleiro do Brasil! Bruno!!

Abraços e SRN,

Ivan Pantaleão
blog "Aqui é Flamengo, Moleque!" http://aquiehflamengo.blogspot.com/

Luís Gustavo disse...

Todos estão criticando o Kleberson, eu também acho ele muito sem raça, não que seja mau jogador, mas não tem a cara do flamengo, contudo hj não temos um substituto com as mesmas características, o que poderia ser feito é uma mudança de esquema, jogando com dois meias (VP e PET), contudo a condição física já debilitada do pet e falta de empenho do VP na marcação pode estragar o sistema defensivo, e em ano de liberta não se pode fazer muitos testes, O time não está jogando bem, mas está ganhando, o que me preocupa é o sistema defensivo que deu uma melhorada, mas as boas atuações do Bruno estão sendo muito importantes para isso, talvez a entrada do maldonado resolva novamente, como no ano passado, e com a sua saida de bola o time possa encontrar o caminho do bom futebol.

vanessa lopes disse...

Infelizmente só consegui ver o segundo tempo, e concordo que foi um joguinho mais ou menos, por outro lado quando se toma o gosto da vitória e de títulos se fica mais exigente. Espero que o Andrade começe a mexer na nossa zaga antes que seja tarde ou o Time a costume a ganhar com vitorias murchas.

Anônimo disse...

o Adriano vai se f..., o meu flamengo nao precisa de vc!!!

Caio de Almeida disse...

Não achei o jogo tão ruim quanto vocês. Tiveram muitos lances de perigo e por pouco não fizemos o segundo com o Love, que novamente prendeu demais a bola. Acho que o Andrade tem que ser ofensivo com em 2009 novamente. Precisamos vencer com viço.


SRN

helder rodrigues bino disse...

nosso rival foi superior ao time do Flamengo, mas faltou-lhe competência prá ganhar...além disso, o nosso goleiro Bruno, deixou de ser o "pôrra-lôca" por alguns momentos e salvou nossa meta de uma derrota, que não seria nada injusta...Kléberson está se poupando de forma ridícula, prá jogar a Copa, mas cabe ao inofensivo Andrade barrar o cara e escalar o Petkovic...Andrade tem se mostrado covarde e nem parece aquele "monstro" que jogava no melhor time do Mundo, o time do Galinho...Adriano(boneco-de-posto) fez o gol e praticamente, mais nada...está acima do peso e precisa treinar, de verdade...o time precisa ser mexido na sua forma de atuar...está SEMPRE muito PREVISÍVEL...espero com ansiedade a volta do "gigante" Maldonado, pois só desta maneira o "tromba" vai ter que escalar o Petkovic como titular deste time capenga(é muito cabeça-de-bagre prá criar nada ou coisa nenhuma)...jogo em Santiago do Chile vai ser complicado e espero que nossos jogadores não caiam na estupidez de, provocarem expulsões infantis e absurdas...abraço a todos...Helder...Goiânia