quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

QUAL É O ESQUEMA?



Parte tática costuma ser a seara do meu amigo André "Tozza" aqui no Blog URUBUZADA. Mas vou me permitir entrar um pouquinho no assunto, para debater um tema que incomoda a todos que tem DNA Rubro-Negro e que ficou ainda mais evidente na vitória de ontem, contra o Murici, por 3X0.

O Flamengo começou o ano num 4-2-3-1, uma derivação do tradicional 4-5-1. Tinhamos problemas no ataque, porque Deivid não se movimentava; no meio-campo, porque Ronaldinho e Thiago Neves estavam sem ritmo e fora de forma; e na defesa, que ainda não tinha (ainda não tem) o entrosamento necessário. Contudo, ao menos pra mim, era clara a evolução do time, em termos de organização, jogo após jogo, desde o confronto contra o América-MG.

No entanto, o Luxa resolveu mudar de idéia. E mudar o esquema. Foi pro 3-6-1, possivelmente acreditando que assim conseguiria melhorar a defesa e liberar mais os laterais. Mas que laterais?!? Enquanto na direita, Léo Moura segue sendo o principal garçom da temporada, na lateral-esquerda Luxa ainda não tem um eleito. A temporada começou com Egídio, que deixou o time exatamente quando subia de produção. Mas o "profexô" não se agradou do rapaz e lançou Renato Abreu e Angelim, também sem sucesso.

O sistema defensivo também não melhorou, apesar do zagueiro extra. Primeiro porque os defensores do nosso elenco não são confiáveis. E segundo porque o meio-campo, agora com 6 jogadores, ficou confuso e passou a perder muitas bolas, oferecendo contra-ataques aos adversários. O resultado disso é que acabamos nos complicando em jogos teoricamente fáceis, como o de ontem, o do Boavista e o do Resende, todos em que jogamos no 3-6-1.

Ontem a noite no Rei Pelé, em Alagoas, Renato Abreu, Thiago Neves e Ronaldinho não fizeram só a alegria dos torcedores. Fizeram também a alegria do time do Murici. Embolados pela esquerda, os 3 jogadores cometeram tantos erros que deram ao fraco Murici as oportunidades mais perigosas e o domínio tático de todo o primeiro tempo. Como um erro acaba puxando outro, a ineficiência dos meias na armação acabou trazendo de volta o bizarro espetáculo dos avanços do Willians ao ataque, coisa que não vinha acontecendo no 4-5-1. No intervalo do jogo, quando questionado sobre o assunto pelo repórter da Globo, Luxa afirmou que estava testando o esquema contra o Murici para preparar o time pros clássicos finais do Estadual.

Mas, pera aí! Pára tudo!

Qual é a prioridade do time no ano? Vencer o Carioca ou arrumar uma vaga pra Libertadores? Ano passado a meta de Vanderlei era a competição sulamericana. Então porque usar a Copa do Brasil, exatamente o torneio classificatório, como laboratório pro Carioqueta? Só pela rivalidade distrital? Eu tenho uma teoria pra isso.

O Flamengo fez inúmeras contratações do meio de 2010 pra cá. Deivid, Renato Abreu, Thiago Neves, Ronaldinho, Bottinelli e por aí vai. Boa parte dessas contratações com contratos longos, salários altos e um grande investimento por parte do clube.

Olhando com mais atenção, vocês também poderão notar que a maioria desses reforços atuam exatamente no meio-campo, setor que Luxa está insistindo em "inchar".

O que estou querendo dizer com isso? Nada demais. Apenas que fica parecendo que o Luxemburgo está sendo obrigado a manter esses jogadores como titulares. O motivo eu realmente não sei qual é. Mas tem uma coisa que eu sei: este esquema não é o melhor esquema para o Flamengo. Concordam?


VAMO QUE VAMO, MENGÃO!

Gil

5 comentários:

Thiago_Perrotti disse...

Lógico q o Brasil tem a característica de possuir 190 milhões de treinadores, mas pq SÓ o nosso profexô não consegue ver o quão claro se mostra o problema de nossa equipe? O time está torto, confuso, parecendo um bando em campo. Depende única e exclusivamente de lampejos individuais.
Porém, apesar de tudo, devo admitir q me emocionei MUITO vendo a alegria no garoto Negueba. Claro q isso não apaga a péssima apresentação de ontem a noite, mas estava com saudade de vc algum jogador do Mengão sorrindo tanto, com o olhar tão brilhante e, além da marra, chamando a responsabilidade p/ sí.
As lágrimas não chegaram a cair, mas habitaram meus olhos.
SRN!

Fernando disse...

Concordo em partes. Não sei o que o Luxemburgo quis testar com a inominável colocação do Angelim na Lateral. Proteger mais o setor? Uma adaptação mal feita que ficou clara no primeiro jogo mas que o Luxemburgo só percebeu (espero que sim) no jogo de ontem. Renato é pífio como criador no meio campo. Deivid não tem mobilidade, nem é "matador" suficiente para ser o "1" desse esquema. Some-se isso a falta de condicionamento de Ronaldinho e pronto. Temos um time que as vezes parece um bando. Luxemburgo, faz o feijao com arroz e coloca os melhores:
Felipe
Lm - DavidBras - Angelim e Egidio(argh)
Maldonado
Willians
Bottineli (Fierro)
Thiago Neves

Rgaucho e Dmauricio (Negueba)

André Monnerat disse...

Acho que a Copa do Brasil é mais importante que o Estadual, mas não que este jogo de ontem fosse mais importante que o domingo.

Não dava pra imaginar que fosse ser eliminado pelo Murici. Mesmo que não fizesse 2x0 ontem.

Enquanto isso, se ganhar a Taça Guanabara, a vida no segundo turno já vai ficar bem mais tranquila, com a vaga já garantida na final. E aí vai dar pra priorizar com mais facilidades jogos da Copa do Brasil em uma fase mais importante.

Marcos disse...

Não dá para entender o Luxa. Se ele quis tanto fazer teste com o Fla, porque ele não colocou o Wanderley de titular e testou um esquema com três zagueiros mas como o Egidio como ala. Acredito que assim daria um pouco mais certo.
Markaops

Diego Fernandes disse...

Fala Gil,

Seguinte cara, realmente simples entender a colocação do Luxa de que usaria este jogo para Laboratório para o estadual, o foco é a Copa do Brasil, mas o carioca também é importante para dar moral ao time, afinal, se quisermos ser campeões teremos que passar por cima do atual campeão brasileiro e melhor time do Rio, o Fluminense. (Não digo isso a um tricolor nem fud...) Mas atualmente eles estão melhor estruturados.
Então, era difícil de imaginar não fazer uma experiência no jogo de ontem para o clássico contra o Botafogo, prq o adversário era ninguém menos que o Murici (Quem?) O jogo não nos eliminava em hipótese alguma e era difícil imaginar q saíriamos de lá sem a classificação...

Diego Fernandes
@vai_e_vemgavea
@digofernandes
Colunista rubro-negro www.blogols.com.br