domingo, 17 de outubro de 2010

TROPA DE ELITE!

Arte: Bruno Bastos (@BrunoBasstos)

Eu não dizia pra vocês que só faltava um comandante de verdade nessa bagaça, pro time do Flamengo começar a jogar bola de verdade? Na moral, todo mundo sabia que, no papel, nós não éramos piores que 90% desses mulambos que tem na competição. O que faltava era vergonha na cara, determinação e organização, coisas que o Mengão mostrou no sacode de ontem contra o Inter, por 3X0, no Vazião. Por isso eu sempre fui reticente quando surgia aquele papo de botar no comando técnico um cara paizão, amiguinho do jogador, que conduz tudo na base do "ai, ai, ai, olha a malcriação". Este estilinho já não cola mais com esse elenco do Fla, não, galera! Depois de 4 ou 5 anos de clube, tempo que a maioria desses atletas estão lá na Gávea, neguinho já começa a se achar dono do pedaço. E só alguém com cacife suficiente para dar esporro, tapa na cara e esculacho poderia mudar aquela zorra que o clube se tornou. Ainda bem que o Luxa, no seu estilo Capitão Nascimento, assumiu o Fla.




Depois que o "profexô" chegou ao comando, os jogadores voltaram a ter vergonha nos córneos, não aceitar as derrotas e correr atrás dos resultados, que nem o BOPE corre atrás de vagabundo na favela. Quem não joga que nem homem e não cumpre as ordens do "01", é xingado e escurraçado na frente de todo mundo. É assim que funciona a Tropa de Elite da Gávea.

Não é à toa que Val Baiano e Deivid, que estavam eram a chacota regional, se recuperaram, emagreceram, voltaram a correr e a marcar gols novamente. Tudo efeito do "choque de ordem" instituído pelo novo treinador e que está inspirando os jogadores a buscar os 3 pontos (se eles não quisessem, de nada adiantaria).


Galhardo jogou que nem moça ontem. Deve levar uma enquadrada pra virar homenzinho.

Mas relaxa aí que o nosso "Capitão Nascimento" só está na parte 1 da trama, quando está resolvendo os problemas de dentro de campo, botando os vagabundos pra correr e tirando o time da vala. É claro que vencer os "coloridos", com direito a saco na cabeça e tiro de 12 pra estragar a cara, foi maneiríssimo. Mas o filme só acaba quando chegarmos aos 45 pontos,  fugirmos de vez desse papo de Z-4, e começarmos a correr atrás da Sulamericana do ano que vem. E a próxima vítima do Caveirão Rubro-Negro será o Vasquinho... tadinhos!

A partir daí, temos que rezar para que a nossa versão do "Tropa de Elite" não tenha uma segunda parte como no filme do rubro-negro José Padilha. Porque nela, o "Capitão Nascimento", bem-sucedido em seu ofício, terá que se deparar com os inimigos internos, aqueles que fazem alianças imundas em troca de postos e propinas e corroem a "corporação". Se isso ocorrer, Luxa é que terá que ser muito guerreiro pra não pedir pra sair. 


VAMO QUE VAMO, MENGÃO!

Gil

Pra encerrar: se você ainda não viu o Tropa de Elite 2, saiba que está vacilando mais do que o Rogério Lourenço quando comandava o Mengão!

6 comentários:

Caio de Almeida disse...

Rs! Muito bom o post, Gil! Depois daquele sobre o aniversário de Petkovic, foi o melhor que eu já li aqui. Parabéns, amigo.

SRN

Dani Souto disse...

Vc ficaria bonitinho de capitão nascimento!!!

Alexandre Gatuso disse...

GIL O MENGÃO TROPA DE ELITE PASSOU COM O CAVEIRÃO ENCIMA DOS CHOLORADOS LÁ DO URUGUAI DO NORTE!!!!!!!!!!!!!!! TROPA DE ELITE 3X0 INTER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ESSA MONTAGE DO CAPITÃO NASCIMENTO FICO MUITO RUIM!!!!!!!!!!!!! FOI MAL A CRITICA AI MAIS FICO MUITO RUIM!!!!!!!!!!!!!!!!!! QUER QUE EU FAÇA OUTRA PRA TU??????? HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!!!

Karoll Chaves disse...

HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHUA SHOW GIL!!!

Acabou a palhaçadinha com o Capítão Luxa!!!

Agora ou dá o sangue em campo ou pede p/ sair!!

Tá com medinho?.. não veste o manto rubro-negrO!!!

SRN

GuiBorges disse...

Depois do começo do campeonato que eu falo com meus amigos que o time não é ruim, só faltava alguém de firme forte.
Outra coisa que eu venho falando desde do começo do campeonato é que o Cruzeiro será campeão e nós vamos termina o campeonato na frente do vascú.

Dja Santana disse...

Antes de tudo parabéns Gil pelo post, como sempre coeso e interessante.

Acho que para um elenco rodado e experiente como o nosso não tem como ter um técnico estilo paizão... creio que esse estilo seja ideal para time com garotos. "Profexô Capitão Nascimento" foi fundamental para mexer com o brio dos jogadores. Com um discurso vencedor, traçando metas, definindo um padrão de jogo resgatou a alto estima dos atletas, deixando de ser um bando sem preparo físico e técnico correndo atrás da bola, colocando no banco quem deveria e colocando para jogar quem merecia.

Rumo a libertadores ???? Quem sabe ??? URUBU VOA ALTO E NÃO SOMOS DIFERENTES !!! São apenas 11 pontos !!!

SRN !!!